6 Passos Simples para aumentar a lucratividade do seu consultório

O sucesso de uma empresa vai muito além da habilidade de vender de um comercial, ele precisa apresentar lucratividade e rentabilidade constantemente. E para obter uma maior lucratividade no seu consultório, é necessária uma boa saúde financeira.

Você sabia que conforme uma pesquisa realizada pelo SEBRAE mais da metade das empresas fecham suas portas antes dos 5 anos de existência, muitas ainda em seu primeiro ano e em quase todos os casos o problema persistente é: faturamento e equilíbrio das contas.

Claro que para aumentar a lucratividade no seu consultório, não basta apenas ter uma estratégia agressiva para vendas, mas é essencial uma gestão financeira eficiente. Preparamos 6 passos simples, para que você comece hoje mesmo a aumentar a rentabilidade da sua clínica.

1) Reconhecer o estado atual

Antes de mais nada, pare e reconheça o seu estado atual. Seu negócio claramente não está gerando a lucratividade necessária para continuar no verde e crescer, e estamos nos referindo a lucro líquido, uma clínica médica com um bom fluxo de caixa e com possibilidade de investimentos futuros.

Aceitar que algo não está como deveria é o primeiro passo para começar a ajustar a sua situação atual, mude sua visão agora você é um empresário e portanto, pense como um. Se o objetivo do seu negócio é lucro, é imprescindível começar a pensar como uma empresa.

Claro que você pode nos dizer que lucro não é seu objetivo principal, mas vamos pensar por um outro lado: como fica seu aprimoramento profissional? A atualização de suas instalações para prestar um melhor atendimento?

Tudo isso precisa de investimento que vem da lucratividade da sua clínica ou consultório, quem não se atenta a esses pontos está negligenciando a gestão da empresa e por consequência arriscando sua rentabilidade e estabilidade.

Abrir empresas em Novo Hamburgo

2) Relacionar todos os gastos

Nesse tópico você começa de fato a pôr a mão na massa e começar sua prática de organização e uso inteligente dos seus recursos para começar a alavancar a lucratividade da empresa. Da mesma forma que é necessário estar atento às receitas provenientes dos atendimentos, é preciso um olho também nas despesas do seu consultório.

Já que a lucratividade é uma subtração entre o que entra versus o que sai, por isso o destino dos recursos deve ser sempre monitorado de perto. Comece organizando e relacionando todos os gastos e registrando todas as movimentações financeiras.

Com os custos organizados, será mais fácil analisar e tomar as decisões cabíveis sobre a saúde financeira do seu negócio. Para reduzir custos de forma efetiva para a maior lucratividade no seu consultório pode-se começar pela administração do estoque, negociando com fornecedores maiores descontos conforme a condição de pagamento, por exemplo.

A rentabilidade da clínica pode aumentar a partir de ações estratégicas de análise e redução de gastos. O foco é cortar o que for desnecessário e readequar o que realmente for indispensável.

3) Validar o enquadramento tributário para a lucratividade no seu consultório

Indicar um bom enquadramento tributário faz parte das tarefas de um contador, principalmente quando estamos falando de uma contabilidade consultiva. Onde o profissional contábil é mais do que um gerador de guias e sim, mais uma mente pensante que apoia a gestão do negócio e suas tomadas de decisões.

Este passo é fundamental para redução de custos com impostos, é aqui que se verifica qual é o regime tributário que seu consultório está enquadrado e qual seria o ideal. Atualmente o Brasil disponibiliza 3 regimes:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Suas duas principais diferenças é em relação ao faturamento bruto anual, onde cada regime possui seu limite e a forma como é tarifado o imposto em cima de cada um deles. Veja com atenção que aqueles que escolhem o Simples Nacional e são da área da saúde possuem um benefício adicional.

Além de ser um regime menos burocrático, reunindo em um único documento (DAS) todas as guias de recolhimento de imposto para pagamento, ele ainda prevê um enquadramento tributário menor para empresas da saúde prestadores de serviço, o famoso “Fator R”.

Se o seu contador não te contou sobre isso, você precisa urgentemente trocar de profissional contábil. Com uma contabilidade consultiva, que realmente está do seu lado você já estaria reduzindo seus custos há muito tempo.

Em suma o “Fator R” tem como objetivo estabelecer o Anexo de Tributação de empresas médicas prestadores de serviços com base na folha de salários e a receita bruta acumulada. Empresas que tiverem este fator igual ou superior a 28% serão enquadradas no Anexo III e portanto, terão uma alíquota de imposto menor.

Empresas com o fator menor que 28% terão sua DAS calculada com base no Anexo V e portanto, uma alíquota de imposto maior. Viu que só nesse pequeno detalhe, o quanto sua empresa poderá reduzir custos? O que uma gestão financeira, e neste caso também tributária, pode fazer por você?

Nós aqui da Porter Contabilidade somos bem práticos quanto a isso, sempre levamos em conta a situação atual de nossos clientes para prestar o melhor atendimento e claro, orientar o caminho mais simples para a empresa.

Como abrir uma microempresa em Novo Hamburgo

4) Aplicar uma análise periódica de gastos

Um dos passos fundamentais para se manter numa crescente sobre a lucratividade no seu consultório é a análise das informações coletadas. Não adianta você fazer uma vez e acreditar que não precisa mais.

Acompanhamento constante faz parte de qualquer empresa e sua gestão interna, toda a estratégia de gestão deve ser aplicada a partir de informações geradas pela própria empresa, neste caso sua própria equipe contábil pode te auxiliar nesse processo.

A partir do momento que todas as informações foram lançadas corretamente, eles são capazes de analisar periodicamente e através do DRE Gerencial – Documento que aponta todas as movimentações financeiras – apontar os gastos que podem ser reduzidos ou cortados de vez.

Gerando assim uma maior economia, sempre com foco em um consultório mais lucrativo e rentável.

5) Revisar a Precificação das consultas e procedimentos

Isso é um fator muito importante, mas pouco considerado entre alguns profissionais, o primeiro passo é ter em mente a necessidade de alguém da clínica ou terceirizado para auxiliar no cálculo e formação de preços.

Valores de suprimentos, fornecedores, mão-de-obra mudam conforme o tempo e assim uma revisão se faz necessária. Inclusive nós temos um artigo no blog que fala amplamente sobre o cálculo de preços.

São diversas variantes que fazem parte e influenciam no valor final, saiba que uma contabilidade consultiva pode ser uma mão extra nesse quesito também. Com base nos relatórios financeiros e em dados estratégicos, é possível saber com exatidão quais serviços estão com valores abaixo do mercado e quais podem ser modificados/melhorados.

Não deixando de lado pesquisa de novos insumos e fornecedores, negociações de prazo de pagamento, valores e formatos. Tudo que possa beneficiar e aumentar a lucratividade no seu consultório.

6) Terceirização para economizar

Algumas empresas ainda mantêm uma mente conservadora, alegando que um financeiro terceirizado apenas irá onerar o caixa do negócio ou que serve apenas para empresas de grande porte. O que de longe não é verdade.

Quando o financeiro é terceirizado todos só têm a ganhar, porque além de trazer mais resultados e facilidade para a rotina do consultório, ainda proporciona para a gestão mais tempo para outras atividades que alavancarão o crescimento da empresa.

Chega da loucura de contas misturas, planilhas ou papéis para as contas, misturar dinheiro pessoal e da empresa e todos os problemas que um financeiro desorganizado oferece. Ter controle é ter poder!

O BPO financeiro oferece uma série de benefícios, além de uma grande economia:

  • Acesso rápido a informação que você precisa para tomadas de decisão estratégica para que sua clínica ou consultório tenha resultados efetivos e claro, rápidos;
  • Permite que você foque no principal que são seus pacientes e consultório, já que uma equipe especializada estará a frente de todos os processos e rotinas financeiros;
  • Clareza e visibilidade, já que uma coisa é ligada a outra, é preciso ter clareza nos números para uma maior visibilidade para prever situações dentro do negócio;
  • Segurança financeira é tudo e com um BPO financeiro oferecendo todos os itens acima, é óbvio que isso fica evidente e seu consultório ou clínica vai crescer rapidamente.

Aqui na Porter nós fazemos Contabilidade Digital com a Gestão Financeira Integrada, que é justamente todo o processo de BPO FINANCEIRO que citamos nos tópicos acima e neste conteúdo especialmente selecionado [link].

Caso veja que precisa ou deseja conhecer como o BPO Financeiro para Clínicas e Consultórios com o método da PORTER pode ajudar o seu negócio a ser ainda melhor, fale com a gente pelo WhatsApp.

E um detalhe importante: você não precisa ser nosso cliente contábil para podermos fazer o seu financeiro, inclusive seu contador gostará muito da organização que terá! #FicaaDica

Gostou deste conteúdo? Aproveite e compartilhe esse artigo com seus amigos que precisam medir e/ou aumentar a lucratividade no seu consultório.

Enquanto envia para eles, aperta o play e assista nosso vídeo sobre lucratividade no seu consultório.

Pesquisar

Categorias

Fale conosco